Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As 35 horas

por pauloconde, em 27.05.16

Constitucional.JPGTiro.JPG

 

 

Quando o Tribunal Constitucional avalizou as 40 horas semanais para a função pública acabou com a imoralidade de décadas e fez valer a equidade. Agora os lobbies da geringonça vão reverter para as inconstitucionais 35 e com isso dividir novamente os trabalhadores portugueses.

 

 

Paulo Conde, Correio da Manhã 2016

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:26


Portugueses em camisa de onze varas

por pauloconde, em 19.05.16

Camisas.JPG

 

 

Os portugueses estão metidos numa camisa de onze varas. As duas primeiras varas bem afiadas são quatro anos de incertezas com um presidente cata-vento. Marcelo Rebelo de Sousa é conhecido pela sua simpatia e afectuosidade mas isso por si só não chega, um Presidente da República precisa de ter pulso e opinião própria. Tem a responsabilidade de defender os interesses do país mesmo que por vezes isso acarrete ir contra as maiorias. Ser um cata-vento no clima ameno de um estúdio de televisão era pacifico, mas agora em Belém esperemos que não se levante nenhum vendaval.
Depois, um primeiro ministro não eleito e uma oposição estagnada não ajudam em nada os anos de agonizante incerteza que se avizinham para os portugueses. A frase 'o povo é quem mais ordena' é um mote da democracia. O novo Presidente da República tem o dever de convocar eleições antecipadas logo que a Constituição o permita. Os portugueses exigem ser governados por um primeiro ministro eleito nas urnas.
A seguir temos o desemprego que continuará sufocante e com tendência de nova escalada, a estratégia de reversão da consolidação das contas públicas seguida pelo actual Governo Interino assim o dita e sustentar os lobbies da CGTP á custa de uma dose letal de impostos, é o pecado original que nos condenará ao inferno da bancarrota ou ao purgatório de eleições antecipadas.
Finalmente, o crescimento económico contínua anémico e os sinais de recuperação que já eram vísiveis nos últimos anos estão a desaparecer, fruto da ideologia cega e perniciosa do socialismo a que este pobre país está novamente entregue. A pobreza crónica irá continuar em Portugal sem fim à vista mas com uma nova bancarrota num horizonte muito próximo.
Os portugueses estão metidos numa camisa de onze varas, resta-nos a desesperada salvação de ficarmos em tronco nu.

 

 

Paulo Conde

 

(Artigo Censurado)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:45


O túnel do Marão

por pauloconde, em 11.05.16

Tunel.JPG

 

 

Foi com pompa mas com pouca circunstância que o túnel do Marão foi inaugurado. O facto do primeiro ministro interino ter convidado o ex-recluso José Sócrates obriga-me a citar Miguel Torga: - Em Portugal, as pessoas são imbecis ou por vocação, ou por coacção, ou por devoção.

 

 

Paulo Conde, Correio da Manhã 2016

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:04


A nossa dívida

por pauloconde, em 06.05.16

Dívida.JPG

 

Finalmente um pivot da RTP pôs o dedo na ferida e explicou o bê-á-bá da desgraça financeira a que os socialistas conduziram o país pela terceira vez. Mas como três ainda não chegam, voltaram ao local do crime e preparam-se para enfiar o país no buraco pela quarta vez.

  

Paulo Conde

 

(Artigo Censurado)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:17


O colapso do Estado Social

por pauloconde, em 03.05.16

Medina.JPG

 

 

Urge resolver o problema de sustentabilidade da segurança social. Cerca de 40% da receita fiscal do Estado destina-se a pagar pensões de reforma e a tendência é exponencial. O colapso espreita mas como não dá votos nem afectos nenhum responsável político fala no assunto.

 

 

Paulo Conde, Correio da Manhã 2016

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Maio 2016

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031



Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2004
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2003
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2002
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D
  261. 2001
  262. J
  263. F
  264. M
  265. A
  266. M
  267. J
  268. J
  269. A
  270. S
  271. O
  272. N
  273. D
  274. 2000
  275. J
  276. F
  277. M
  278. A
  279. M
  280. J
  281. J
  282. A
  283. S
  284. O
  285. N
  286. D
  287. 1999
  288. J
  289. F
  290. M
  291. A
  292. M
  293. J
  294. J
  295. A
  296. S
  297. O
  298. N
  299. D
  300. 1998
  301. J
  302. F
  303. M
  304. A
  305. M
  306. J
  307. J
  308. A
  309. S
  310. O
  311. N
  312. D
  313. 1997
  314. J
  315. F
  316. M
  317. A
  318. M
  319. J
  320. J
  321. A
  322. S
  323. O
  324. N
  325. D
  326. 1996
  327. J
  328. F
  329. M
  330. A
  331. M
  332. J
  333. J
  334. A
  335. S
  336. O
  337. N
  338. D