Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Torneiras sem água

por pauloconde, em 04.09.96

 

Venho por este meio solicitar a V.Exas a divulgação de uma grave falha na rede de distribuição de água, na freguesia de Samora Correia, concelho de Benavente, mais concretamente na Urbanização Arneiro dos Corvos, onde sou morador.
Acontece que, nós, os moradores deste bairro, praticamente todos os dias e em diversas horas do dia abrimos as torneiras e só sai ar, água nem vê-la. Toda esta situação se tem vindo a agravar de há um ano a esta parte, sem que os responsáveis pelo Saneamento, incluindo o próprio Presidente da Câmara Municipal de Benavente, tomem medidas concretas para resolução deste grave problema.
Eu próprio já alertei por diversas vezes os responsáveis, mas até hoje não obtive respostas concretas. É de lamentar, que um municipio que apregoa tanto o desenvolvimento e bem estar dos seus municipes, se fique por aí, pois convenhamos que o bem estar de qualquer cidadão, começa na sua própria casa.
Infelizmente neste momento existe muita gente privada de um bem essencial que é a água, para o qual pagam todos os meses e cuja privação podem agradecer aos responsáveis pelo município.
Agradeço desde já, toda a atenção e possivel colaboração do "Vida Ribatejana", na divulgação de tudo isto.

 

 

Paulo Conde - Vida Ribatejana - 1996
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:13


Seguros, seguradoras e cidadãos

por pauloconde, em 28.07.96

No dia 16 de Março de 1996 fui vítima de um grave acidente de viação. No dia 17 de Abril fui informado pela Companhia de Seguros Império S.A (delegação de Vila Franca de Xira) que o processo ia seguir para fase de averiguações e que, provavelmente, só se iniciariam daí a dois meses. A justificação da demora prende-se com o facto de o averiguador ter muitos processos pendentes.
Ora, pergunto: Como é possível que as companhias de seguros não tenham prazos a cumprir e juros a pagar? Como é possível que o Estado permira que resolvam os processos somente quando lhes apetece?
Tanto eu como a minha esposa estamos incapacitados para trabalhar devido ao acidente. Já tivemos imensas despesas com médicos e medicamentos. Além disso temos a renda da casa para pagar, precisamos de comer todos os dias e não temos dinheiro. É uma vergonha que os cidadãos paguem os seguros, que ainda por cima são obrigatórios, e que as seguradoras se desresponsabilizem das suas obrigações.

 

 

Paulo Conde - Noticias Magazine - 1996

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:40


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2003
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2002
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2001
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D
  261. 2000
  262. J
  263. F
  264. M
  265. A
  266. M
  267. J
  268. J
  269. A
  270. S
  271. O
  272. N
  273. D
  274. 1999
  275. J
  276. F
  277. M
  278. A
  279. M
  280. J
  281. J
  282. A
  283. S
  284. O
  285. N
  286. D
  287. 1998
  288. J
  289. F
  290. M
  291. A
  292. M
  293. J
  294. J
  295. A
  296. S
  297. O
  298. N
  299. D
  300. 1997
  301. J
  302. F
  303. M
  304. A
  305. M
  306. J
  307. J
  308. A
  309. S
  310. O
  311. N
  312. D
  313. 1996
  314. J
  315. F
  316. M
  317. A
  318. M
  319. J
  320. J
  321. A
  322. S
  323. O
  324. N
  325. D