Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jesus, profeta e filósofo

por pauloconde, em 29.12.11

Tiro.JPG

 

São cada vez mais as vozes e as descobertas cientificas que levantam o nevoeiro em torno da figura de Jesus.
Tem-se vindo a provar factualmente que Jesus terá sido um homem comum e mortal munido de um pensamento e filosofia avançados para a época. Crê-se também que terá casado e constituido família.
As ossadas recentemente encontradas no túmulo de Talpiot em Jerusalém, que a ciência acredita serem de Jesus e da sua família, incluindo Maria Madalena, e as próprias contradições e omissões da Biblia fundamentam a tese de que a ressurreição de Cristo foi criação de alguns cristãos e seguidores da época, no intuito de exercerem domínio sobre o povo através do medo e da mistificação, como actualmente ainda o fazem várias igrejas incluindo por exemplo a igreja católica.

 

Paulo Conde - Revista Sábado - 2011

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:16


O Fado é de todos não é de ninguém

por pauloconde, em 29.11.11

Tiro.JPG

  

Por estes dias o Fado anda na boca de todos, até daqueles que sempre o desprezaram e o trataram como filho bastardo da cultura portuguesa. A distinção internacional vem reconhecer o mérito de todos os intervenientes na história do Fado, mas parece que, mais uma vez, a frase do mestre Alfredo Marceneiro é ignóbilmente esquecida. Dizia ele que: 'O mais importante no Fado é a letra'. Ora, alguém tem ouvido falar em letristas ou poetas? Não. Nomes como Gabriel de Oliveira, Armando Neves, Artur Ribeiro, Frederico de Brito, Silva Tavares, Henrique Rego, João Linhares Barbosa ou Carlos Conde, estes dois ultimos os que mais escreveram para o Fado, são dolosamente ignorados. Os poetas que referi e uma longa lista de outros nomes, fazem parte de uma geração de ouro que não pode nem deve ser ignorada, censurada ou escondida das novas gerações. Muitos dos que se empoleiraram no Fado para outros fins, enganando os incautos e criando circuitos muito estreitos e reservados de lobbies, depressa se esqueceram das suas raízes e dos tempos em que conviviam com estes artistas da escrita em esplanadas e cafés, cantando os seus versos e crescendo no Fado. Mas tenho esperança que um dia a história faça justiça e saiba destrinçar os artistas dos metediços. O Fado é uma cantiga de rua que não deve nada a ninguém. Muitos é que devem ao Fado tudo o que são e até o que julgam ser. Como sábiamente um poeta escreveu e a UNESCO reconheceu.

 

 

Paulo Conde - Diário de Noticias; Jornal i - 2011


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:56


O arrependido do 25 de Abril (Parte 2)

por pauloconde, em 16.11.11

25-DE-ABRIL

 

Há uns meses atrás, um dos mentores da revolução dos cravos, veio a terreiro, confessar-se desiludido e arrependido pela autoria desse golpe militar. Quis clarificar de vez a origem da nossa ruína financeira e o porquê de em quatro décadas gritarmos três vezes por socorro ao estrangeiro. Num país que só de rédea curta criou riqueza, este «mea culpa» já veio tarde e não foi nem é, merecedor de qualquer atenuante. Mas o mais inaudito, é que o aparentemente arrependido se mostra agora pronto a reincidir, incentivando as hostes e disponibilizando-se a praticar o mesmo acto tresloucado. Vão lá os portugueses saber o que por vezes se passa em certas mentes perversas!


 

Paulo Conde - 2011

 

(Artigo censurado pelo Diário de Noticias e Jornal i )


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:40


Combate à Corrupção

por pauloconde, em 08.11.11

Tiro.JPG


Os políticos fazem leis para armadilhar o combate à corrupção com decretos e jantares de simpatia. Se assim não fosse, o chorrilho de casos que, ao longo de anos se têm arrastado e envergonhado a moribunda justiça deste país ao seu mais alto nível, não teriam como destino comum o caixote do lixo. Neste particular domínio as coisas chegaram a tal ponto que, é legitimo a qualquer cidadão desta pátria lusitana, cada vez mais mal frequentada, duvidar seriamente da independência dos seus mais altos responsáveis. Até mesmo os poucos que de uma forma séria e responsável tentam combater o flagelo da corrupção, vêem a sua a missão revelar-se sempre infrutífera, porque esbarra nos inúmeros lobbies que pululam neste meio. Para David, combater a corrupção será sempre uma tarefa colossal, enquanto houver muitos Golias que se sentem bem nela!

 

Paulo Conde - Diário de Notícias - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15


Portugal deve sair do Euro

por pauloconde, em 23.10.11

 

Tiro.JPG

  

Quase uma década após a adesão de Portugal à moeda única o retrato do país não podia ser mais negro. Crescimento nulo ou irrisório, desemprego recorde, carga fiscal insuportável, endividamento galopante e crónico. Até chega a ser arrepiante como tudo é tão idêntico aos anos 20 do século passado, por altura da queda da 1ª República. Mas desta vez é bem mais grave. Destruimos a agricultura, aniquilámos as pescas, não temos indústria e nem sequer um Salazar que nos salve. Por tudo isto, é legitimo e pertinente que os cidadãos desta pátria oitocentista se interroguem: - A quem interessa manter o estado de degradação a que chegámos? Insistir na moeda única para paises desarrumados como o nosso é um acto de masoquismo e de ostentação da mediocridade. Já não há marketing que sustente a ilusão e o regabofe do Euro por muito mais tempo. Está na hora de fazer as malas e sair, de onde não deviamos ter posto os pés!

 

Paulo Conde - Correio da Manhã e Diário de Noticias - 2011

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:33


Novas Oportunidades

por pauloconde, em 01.09.11

Tiro.JPG

  

Finalmente pude vivenciar 'in loco' que é urgente credibilizar o programa 'Novas oportunidades'. De facto tudo não passa de uma certificação à ignorância. Nas sessões ouve-se que o objectivo não é ensinar mas somente validar estórias pessoais. O slogan desta farsa "aprender compensa" não passa de um dispendioso embuste.

 

Paulo Conde - Diário de Noticias - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:12


Feriados religiosos

por pauloconde, em 01.07.11

Tiro.JPG

 

Parece que vem aí uma revisão na atribuição de feriados e pontes. Uma excelente oportunidade para acabar com os feriados religiosos ou então  transferi-los para os fins de semana. É que sendo Portugal um Estado laico não é legítimo que suporte custos discriminatórios. Quem os quiser celebrar que se ausente ao trabalho por sua conta e risco.

 

Paulo Conde - Correio da Manhã e Diário de Noticias - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:36


Bancarrota ou mudança?

por pauloconde, em 01.06.11

 

É já no próximo domingo que os portugueses serão chamados mais uma vez às urnas. Terá sido por masoquismo ou tradição, que um povo há 36 anos tem escolhido sistemáticamente o seu próprio carrasco? E segunda-feira? Teremos a continuação do pântano rumo à bancarrota ou um momento histórico de mudança? Haja convicção e esperança!

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:41


Paga o justo pelo pecador

por pauloconde, em 27.05.11

Tiro.JPG

 

SIC NOTICIAS - OPINIÃO PUBLICA - VER VIDEO

 

Os apologistas do calote defendem que Portugal não pague a dívida externa. Alegam que o povo português não se endividou. Pura demagogia e leviandade. Poucos houve que não se atolaram em créditos levados pela ganância da posse e do consumismo. Só é de lamentar que nos sacríficios impostos pela factura da crise pague o justo pelo pecador.

 

Paulo Conde - Correio da Manhã e Diário de Noticias - 2011

 

 

 

 

«As pessoas gastam desalmadamente, no que precisam e no que não precisam.» - DECO

http://odespertar.com/jornal/index.php?option=com_content&view=article&id=463%3Asobre-endividamento-leva-cada-vez-mais-familias-a-pedir-ajuda-a-deco&catid=18%3Aentrevista&Itemid=125

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:28


A bancarrota vai a votos

por pauloconde, em 04.05.11

As loucuras e os desvarios do nosso engenheiro relativo já são mundialmente famosos, ao ponto de um conceituado economista americano vir a público dizer que, "votar no actual Governo de Portugal é votar na bancarrota". Ora nem mais. Nas eleições a 5 de Junho os portugueses vão poder dar largas ao masoquismo e votar conscientemente na bancarrota.

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

--- 

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/mais-sociedade-eleicoes-troika-austeridade-agencia-financeira/1249695-1730.html

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:23


O arrependido do 25 de Abril (Parte 1)

por pauloconde, em 20.04.11

Um dos mentores da revolução dos cravos veio recentemente a público confessar-se arrependido pelo feito*. Quis clarificar de vez a origem da nossa ruína financeira e o porquê de em quatro décadas gritarmos três vezes por socorro ao estrangeiro. Num país que só de rédea curta criou riqueza, este «mea culpa» já vem tarde e não merece qualquer atenuante.

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

 

*http://diario.iol.pt/esta-e-boca/otelo-25-de-abril-revolucao-otelo-saraiva-de-carvalho-capitaes-de-abril-tvi24/1246290-4087.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:05


Já nem o baptismo é para a vida

por pauloconde, em 26.03.11

Apostasia - Cada vez mais católicos anulam baptismo porque não acreditam em Deus ou no Deus da Igreja Católica e não querem ser contabilizados no rebanho. Portugal tem movimento no Facebook

 

(...)João Pedro Martins anulou o batismo em 2010. "Sou ateista e sentia-me como se fosse do FCP, e continuava a pagar as cotas do Benfica"(...)

 

(...)Ricardo Silvestre, fundador da Associação Ateísta Portuguesa, filmou e colocou no YouTube o seu processo de desvinculação da Igreja Católica.(...)

 

(...)Ivo Lourenço foi batizado no Barreiro há 21 anos. Agora tenta a anulação.(...)

 

(...)Paulo Conde também fez questão de divulgar a todo o país o seu estatuto de apóstata com anúncios em vários jornais nacionais e regionais. "Decidi partilhar o meu acto para auxiliar todos os que foram baptizados, mas que não se reveem na doutrina do seu manual e querem deixar de contar para as estatisticas", lê-se nos anúncios onde detalha o processo. Paulo casou-se pela Igreja, marido e mulher são agora apóstatas.(...)


Por Raquel Moleiro - Jornal Expresso

 

http://aeiou.expresso.pt/ja-nem-o-batismo-e-para-a-vida=f640510

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52


O pior Governo desde 1976

por pauloconde, em 14.03.11

 

O país caminha a passos largos para o colapso social e financeiro sob a batuta do homem que nunca sonhou ser primeiro-ministro e que lidera o pior governo de que há memória desde 1976. Poucos duvidam da sua demência e alucinação e já nem os mais doentios optimistas acreditam nele. Restam os irresponsáveis, os idiotas e os vendidos por uns pratos de lentilhas.

 

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:54


Para quando a democracia?

por pauloconde, em 23.02.11

 

 

Em Portugal, o esbulho diário aos bolsos dos contribuintes e ao seu erário público é de tal forma galopante e ditatorial que nem os mortos escapam. Falar de Estado de Direito e regime democrático neste país degradante e miserável é pura demagogia e ilusão. Em 1974 saímos da ditadura dos polícias e entrámos na ditadura dos ladrões. Para quando a democracia?

 

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:10


Discriminação no emprego

por pauloconde, em 07.02.11

  Tiro.JPG

 

Ao contrário dos subsidiados, os desempregados que não recebem qualquer subsidio e estão inscritos nos Centros de Emprego, não recebem convocatórias para entrevistas de emprego ou para acções de formação. Nem constam da lista de convidados a frequentarem a farsa das Novas Oportunidades. Qual é a legitimidade desta ludibriante discriminação?

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:55


A tacanhez de quem nos governa

por pauloconde, em 20.01.11

Tiro.JPG

 

Em Portugal a pobreza e a fome, mesmo que sejam infantis, não interessam nem tão pouco preocupam os irresponsáveis que (des)governam este país apesar das suas farsantes balelas emocionais. Em vez disso, a tacanhez das suas mentes ocupa-se com celebrações efusivas de medíocres subidas no ranking da educação ou da iliteracia diplomada das Novas Oportunidades. 

 

Paulo Conde - Correio da Manhã - 2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:30


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Fevereiro 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2004
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2003
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2002
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2001
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D
  261. 2000
  262. J
  263. F
  264. M
  265. A
  266. M
  267. J
  268. J
  269. A
  270. S
  271. O
  272. N
  273. D
  274. 1999
  275. J
  276. F
  277. M
  278. A
  279. M
  280. J
  281. J
  282. A
  283. S
  284. O
  285. N
  286. D
  287. 1998
  288. J
  289. F
  290. M
  291. A
  292. M
  293. J
  294. J
  295. A
  296. S
  297. O
  298. N
  299. D
  300. 1997
  301. J
  302. F
  303. M
  304. A
  305. M
  306. J
  307. J
  308. A
  309. S
  310. O
  311. N
  312. D
  313. 1996
  314. J
  315. F
  316. M
  317. A
  318. M
  319. J
  320. J
  321. A
  322. S
  323. O
  324. N
  325. D